Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

A certa altura, no Capítulo 5

"Os fantasmas assombram-me. Há algo de deprimente no passado. Por um lado, não volta, já não é. Esgotou as surpresas possíveis. Só deixou falsas promessas. Uma série de oportunidades gastas, um peso inútil. Mas, por outro lado, nunca desaparece. Deixa marcas, pelo que foi — e pelo que não foi.

 

Os gregos consideravam que estamos de costas para o futuro, a ver o passado a distanciar-se cada vez mais, até o perdermos de vista. O futuro está atrás de nós, não sabemos como vai ser.

 

Não há nada de mais excitante do que o futuro."

 

publicado por Perplexo às 14:49
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim


ver perfil

. 21 seguidores

O meu blogue

Perplexo

 

 

arquivos

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

subscrever feeds